FANDOM


Mais um Kirk
Continues 8.jpg
Série Star Trek: Phase II
Número 16
Título original Still Treads the Shadow
Data de lançamento 2 de abril do 2017
Episódios
anterior
Abraçando os ventos
seguinte
A peneira de mentes

Mais um Kirk é o episódio 16 da série fanon Star Trek: Phase II. Estreou-se em 2 de abril do 2017.

Argumento Editar

Data estelar 6563.4. A Enterprise chega até a uma anomalia no sistema Cressida onde descobre a USS Defiant (NCC-1764), que há um ano estava a entrar e a sair da nossa realidade e mais tarde tinha desaparecido misteriosamente. Quando vão à nave para pesquisarem, encontram um dobro do capitão Kirk bem mais velho e congelado num tubo criogénico…

Resumo detalhado Editar

72px-Portugu%C3%AAs.svg.png

Data estelar 6563.4. Apareceu um buraco negro no sistema Cressida, e a Enterprise vai com uma engenheira de ondas gravitacionais para pesquisarem. Revela-se que esta engenheira, Avi Samara, tinha tido uma relação sentimental com o capitão James T. Kirk quando eram crianças. No sistema Cressida, o horizonte de acontecimentos consumiu os planetas do terceiro ao oitavo. O Leonard McCoy sugere ir-se embora para evitar um problema parecido a quando o capitão Kirk quase ficou perdido na USS Defiant há um ano. A Samara faz questão de ficar e seguir com a missão. Quando a Enterprise chega até a Cressida 2, detectam vida na lua deste planeta. A lua destrói-se, mas ainda detectam signos vitais. No meio dos restos da lua, aparece a USS Defiant e misteriosamente, o suporte vital foi restabelecido. Como que não havia ninguém vivo a bordo, o Kirk, o McCoy e o Montgomery Scott vão para pesquisarem. Na Defiant, o Scott descobre que agora os motores podem viajar até Dobra 15, mas então o McCoy diz ao Kirk que venha à enfermaria. Ali, o Kirk encontra um dobro do capitão Kirk bem mais velho e congelado num tubo criogénico…

Quando voltam da Defiant com o dobro do capitão Kirk, o Kirk pede ao McCoy descongelá-lo. Fazem uma reunião, e o Spock e a Samara informam que, embora os registos estão criptografados, a Defiant descobriu este buraco negro enquanto o dobro viajava para a nossa realidade. A nave, no entanto, é incapaz de completar essa transferência e encontra-se em parte no universo normal, e em parte no universo alternativo onde o tempo se move mais depressa. Então vem o dobro velho do Kirk, que saúda todos os oficiais da Enterprise, surpreende-se porque estão todos novos, e diz que achava que o tinham abandonado. Então o Spock aparta-se para que o Kirk velho veja ao Kirk normal. O Kirk velho surpreende-se, e então ele vê a Samara e alegra-se ao vê-la. O Kirk velho explica que quando o estavam a transportar de volta à Enterprise, ele voltou outra vez à Defiant e reactivou o suporte vital justo antes de que o seu oxigénio se esgotasse. A Samara diz que isto se trata dum campo de divergência, onde a Defiant e o Kirk se duplicaram. Portanto, a Defiant original está nalgum outro lugar. O Kirk diz que tem estado perdido 217 ou 218 anos, mas esteve em sonho criogénico a maior parte desse tempo. O McCoy pergunta quem o pôs em sonho criogénico, quando o Hikaru Sulu informa que uma nave klingon acaba de entrar no sistema e afirmam que têm o direito de apanharem a Defiant. Quando o Kirk tenta contactar com a nave klingon, a Defiant dispara um fáser e a nave klingon cai no buraco negro. O Kirk velho vem à ponte falar com a Defiant, e embora acham que não há ninguém a bordo, abrem um canal. Então revela-se que o computador da Defiant se tornou numa inteligência artificial chamada Tiberius, e tornou-se no amigo do Kirk durante todos esses anos. O Tiberius quer que lhe devolvam o seu amigo e então dispara à Enterprise. Quando o Kirk jovem quer contra-atacar com os fásers, o Kirk velho lembra algo sobre “escuridão” e começa a sentir dor na sua cabeça, e o McCoy leva-o de novo à enfermaria. O Kirk diz que em vez de atacar ir-se-ão embora, mas então a Samara diz que o horizonte de acontecimentos do buraco negro se alargou e o torpedo da Defiant pôs em perigo a sua posição. Se eles se moverem, cairão no buraco negro…

O Tiberius diz que não quer que a Enterprise saia com segurança porque acham que lhe tiraram o seu amigo, mas o Kirk pergunta por que é que o seu amigo está a sentir dor. O Tiberius diz que o Kirk velho é uma sombra do Kirk jovem, e o Kirk jovem diz que uma sombra pode ser maior do que o homem que a projecta. O Spock diz que a Defiant é uma cópia exacta da nave que encontraram anteriormente, bem como o Kirk velho, e ele é, para quaisquer intenções e propósitos, real. A Bárbara Smith diz que têm de ir-se embora porque estão a ser expostos à radiação Hawking. O Scott diz ao Kirk que quer falar com ele para ensinar-lhe algo, e o Kirk diz que ver-se-ão na enfermaria. Depois diz à Samara que o seu conhecimento será útil para este problema, e vai-se embora. Na enfermaria, o Scott mostra uma interface neural com células de energia auto-carregáveis. O McCoy diz ao Kirk que o Kirk velho está com a conselheira da nave, Elise McKennah, porque ele não tem nenhum dano físico, só é velho. A interface neural é um transceptor subliminal, isto é, um dispositivo de lavagem de cérebro que impede que o Kirk velho lembre algo. O McCoy ajudá-lo-á, mas tem de saber mais sobre este dispositivo. Sulu diz que conseguiram decifrar parte dos diários visuais da Defiant. Nos diários, o dobro do Kirk explica o que lhe aconteceu durante todos estes anos perdido: transportou a tripulação morta da Defiant ao espaço como um enterro no mar, e depois reprogramou o computador da nave para que o leve a casa. Enquanto o Kirk contava-lhe histórias e jogavam ao xadrez, o computador imitou-o e desenvolveu uma personalidade. Na habitação do Kirk, o Kirk velho está com a doutora McKennah lembrando um poema chamado “O velho marinheiro”, cujo protagonista sofreu algo similar ao que ele sofreu. Quando vem o Kirk jovem à sua própria habitação, a McKennah diz-lhe que o Kirk velho tem de saber que embora tenha perdido todos estes anos, não perdeu quem é, porque o Kirk velho e o Kirk jovem são a mesma pessoa. Os dois Kirks ficam sós, e começam a lembrar o seu passado com a Avi Samara. Logo o Kirk velho diz que esteve só e, embora é capitão, não tinha tripulação nem amigos, e o seu único amigo era uma voz. O Kirk jovem pede-lhe que lembre o que é “a escuridão”, mas o Kirk velho volta a sentir dor…

Kirk leva o seu dobro à enfermaria, e então na ponte informam que os motores da Defiant estão a começar a gerar um campo de dobra de nível 12, e a fissura está a começar a emitir matéria escura. Na enfermaria, o Kirk velho começa a lembrar o que aconteceu, e lembra que há duas realidades e dois buracos negros que não se têm de fundir. Isto é, o buraco negro é um portal para outro lugar, e o Tiberius queria atravessar a fissura. Mas se as singularidades se fundirem, destruirão o sector inteiro. Então o Kirk velho tentou impedir-lho, mas o Tiberius tirou o oxigénio suficiente para incapacitá-lo, transportou-o num criotubo e pôs-lhe esse programa de dor na sua cabeça. O Kirk começa a sofrer, e o McCoy dá-lhe um sedativo. O Scott vem dizer que o Kirk velho descobriu parte do código do algoritmo para desligar o computador, e podem desligar o Tiberius. Mas têm de fazê-lo desde a Defiant. O Kirk jovem diz que não podem enviar o Kirk velho à Defiant, e por enquanto terão de fazer algo com menos força desde a Enterprise. O Kirk velho pergunta-lhe ao Kirk jovem sobre a Avi, e o Kirk jovem diz que nada mudou sobre a sua relação. Mas o Kirk velho diz que com o tempo algumas coisas mudam. O Kirk jovem vai-se à ponte, e o Kirk velho diz ao McCoy que ele tem de parar o Tiberius. O McCoy pergunta ao Spock se tem um plano para derrotar o Tiberius, chamando-o “gémeo malvado”. O Spock diz que esta não é uma descrição apropriada para um computador, mas o McCoy zanga-se e diz que um computador não conhece o perdão, no entanto o Kirk velho perdoou todos porque é humano. O Spock percebe-o e vai-se embora. Então a Defiant escapa do portal, e o Kirk decide realizar o seu plano. Contactam com o Tiberius, e propõe-lhe jogar ao xadrez. Se o Tiberius vencer, o Kirk velho voltará com ele. Mas se perder, terá de levar a Enterprise até a um local seguro e encontrarão um modo de fechar a fissura juntos. O Tiberius está de acordo, mas o Kirk diz à Nyota Uhura que envie um vírus para o Tiberius, e no meio do jogo, quando o Kirk quase está a perder, faz um movimento que não faz sentido. Então o Tiberius descobre que foi enganado, mas é tarde demais. Todo era um truque criado pelo Kirk. Todos se reúnem na sala de reuniões, junto da Samara e do Kirk velho. Na sala de reuniões, o Spock diz que podem desligar a Inteligência Artificial e pilotar manualmente a Defiant de novo para o portal. Quando a Defiant entrar no portal, a fissura fechar-se-á. Mas precisam de alguém que pilote manualmente a Defiant para o portal, isto é, precisam de alguém para sacrificar-se. O Kirk velho propõe fazê-lo ele, mas o Kirk jovem diz que o Kirk velho ficará com o comando da Enterprise, e ele sacrificar-se-á…

O McCoy diz que é uma loucura, e o Kirk velho diz que já não quer a Enterprise porque já não é a sua nave. Mas o Kirk jovem diz que sempre foi a sua nave, e o Kirk velho tem sofrido toda a sua vida por uma decisão do Kirk jovem, portanto ele tem de recompensar-lho fazendo esta missão. O Kirk jovem não admite mais discussões, e o Scott propõe acompanhá-lo porque alguém tem de encarregar-se dos motores enquanto outra pessoa guia a nave. Mas o Kirk jovem diz que não faz falta que vá o Scott, fá-lo-á a Avi Samara porque ela sabe construir motores desde os 12 anos. Quando a reunião termina e farão a missão, o McCoy diz que têm de razoar com o Kirk jovem, mas o Spock diz que ele não mudará a sua opinião. Na sala do transportador, quando preparam a sua missão, após outra tentativa sem sucesso para fazer com que o Kirk jovem pense o que fará, o McCoy dorme-o com um sedativo e o Kirk velho é quem vai com a Avi Samara à Defiant. A Avi Samara aceita, e transportam-se na Defiant para fazerem a missão. Mas o Tiberius acorda, e tenta tirar o oxigénio da ponte para pôr o Kirk velho de novo em sono criogénico. Então o Kirk velho, vendo que o Tiberius não tem sentimentos, activa um programa para destruí-lo, e o oxigénio volta à normalidade. Com o Tiberius destruído, o Kirk jovem diz ao Kirk velho que isto foi difícil para ele, e o Kirk velho diz que o Spock e o McCoy dormiram ao Kirk jovem porque estavam a obedecer as ordens do Kirk velho. Fazem a missão, e a Defiant, junto dos motores da Enterprise, conseguem deixar a Enterprise num sítio seguro, livre. Quando entram de novo na fissura, o Kirk diz ao Scott que o transporte à Enterprise, mas há muitas interferências e não pode. O Kirk velho diz à Avi Samara que este é uma viagem só de ida, e não poderão voltar. A Avi aceita ficar, mas o Kirk velho diz que só uma pessoa tem de ficar, abraça a Avi e põe-lhe um objecto que lhe deu o Tiberius para que a Enterprise a possa transportar outra vez na Enterprise. A Avi Samara diz que quer ficar com ele, mas o Kirk velho entra na fissura e fecha-a. A Avi Samara diz que o Kirk velho ficou completamente só, mas o Kirk jovem diz que “nunca o estará” e termina o episódio.

72px-Brasil.svg.png

Data estelar 6563.4. Apareceu um buraco negro no sistema Cressida, e a Enterprise vai com uma enginheira de ondas gravitacionais para pesquisarem. É revelado que esta enginheira, Avi Samara, tinha tido uma relação sentimental com o capitão James T. Kirk quando eram crianças. No sistema Cressida, o horizonte de acontecimentos consumiu os planetas do terceiro ao oitavo. Leonard McCoy sugere ir embora para evitar um problema parecido a quando o capitão Kirk quase ficou perdido na USS Defiant há um ano. Samara faz questão de ficar e seguir com a missão. Quando a Enterprise chega até Cressida 2, detetam vida na lua dessee planeta. A lua é destruída, mas ainda detetam signos vitais. No meio dos restos da lua, aparece a USS Defiant e misteriosamente, o suporte vital foi restabelecido. Como que não tinha ninguém vivo a bordo, Kirk, McCoy e Montgomery Scott vão para pesquisarem. Na Defiant, Scott descobre que agora os motores podem viajar até Dobra 15, mas então McCoy diz para Kirk vir à enfermaria. Ali, Kirk encontra um duplo do capitão Kirk bem mais velho e congelado em um cano criogênico…

Quando voltam da Defiant com o duplo do capitão Kirk, Kirk pede para McCoy descongelar ele. Eles fazem uma reunião, e Spock e Samara informam que, embora os registros estão criptografados, a Defiant descobriu esse buraco negro enquanto seu duplo viajava para nossa realidade. Porém a nave é incapaz de completar essa transferência e fica em parte no universo normal, e em parte no universo alternativo onde o tempo se move mais rapidamente. Então vem o dobro velho de Kirk, que saúda todos os oficiais da Enterprise, fica surpreendido porque estão todos jovens, e diz que achava que tinham abandonado ele. Então Spock se aparta para que o Kirk velho veja o Kirk normal. O Kirk velho fica surpreendido, e então ele vê Samara e fica contente encontrando ela. O Kirk velho explica que quando o estavam transportando de volta à Enterprise, ele retornou outra vez à Defiant e reativou o suporte vital justo antes de seu oxigênio se esgotar. Samara diz que isso se trata de um campo de divergência, onde a Defiant e Kirk se duplicaram. Portanto, a Defiant original está em algum outro lugar. Kirk diz que esteve perdido 217 ou 218 anos, mas esteve em sonho criogênico a maior parte desse tempo. McCoy pergunta quem o pôs em sonho criogênico, quando Hikaru Sulu informa que uma nave klingon acaba de entrar no sistema e afirmam que têm o direito de pegarem a Defiant. Quando Kirk tenta contatar com a nave klingon, a Defiant dispara um fêiser e a nave klingon cai no buraco negro. O Kirk velho vem para a ponte para falar com a Defiant, e embora acham que não tem ninguém a bordo, abrem um canal. Então é revelado que o computador da Defiant virou uma inteligência artificial chamada de Tiberius, e virou amigo de Kirk durante todos esses anos. Tiberius quer que lhe devolvam seu amigo e então dispara à Enterprise. Quando o Kirk jovem quer contra-atacar com os fêiseres, o Kirk velho lembra algo sobre “escuridão” e começa a sentir dor em sua cabeça, e McCoy leva ele de novo para a enfermaria. Kirk diz que em vez de atacar irão embora, mas então Samara diz que o horizonte de acontecimentos do buraco negro se alargou e o torpedo da Defiant pôs em perigo sua posição. Se eles se moverem, cairão no buraco negro…

Tiberius diz que não quer que a Enterprise saia com segurança porque acham que lhe tiraram seu amigo, mas Kirk pergunta por que seu amigo está sentindo dor. Tiberius diz que o Kirk velho é uma sombra do Kirk jovem, e o Kirk jovem diz que uma sombra pode ser maior que o homem que a projeta. Spock diz que a Defiant é uma cópia exata da nave que encontraram anteriormente, bem como o Kirk velho, e ele é, para quaisquer intenções e propósitos, real. Bárbara Smith diz que têm que ir embora porque estão sendo expostos à radiação Hawking. Scott diz a Kirk que quer falar com ele para lhe ensinar algo, e Kirk diz que se verão na enfermaria. Depois diz a Samara que o conhecimento dela será útil para esse problema, e vai embora. Na enfermaria, Scott mostra uma interface neural com células de energia auto-carregáveis. McCoy diz para Kirk que o Kirk velho está com a conselheira da nave, Elise McKennah, porque ele não possui nenhum dano físico, é apenas velho. A interface neural é um transceptor subliminal, isto é, um dispositivo de lavagem de cérebro que impede que o Kirk velho lembre algo. McCoy o ajudará, mas tem que saber mais sobre este dispositivo. Sulu diz que conseguiram decifrar parte dos diários visuais da Defiant. Nos diários, o duplo de Kirk explica o que lhe aconteceu durante todos estes anos perdido: transportou a tripulação morta da Defiant para o espaço como um enterro no mar, e depois reprogramou o computador da nave para o levar para casa. Enquanto Kirk contava histórias para ele e jogavam ao xadrez, o computador imitou ele e desenvolveu uma personalidade. No quarto de Kirk, o Kirk velho está com a doutora McKennah lembrando um poema chamado de “O velho marinheiro”, cujo protagonista sofreu algo similar ao que ele sofreu. Quando vem o Kirk jovem para seu próprio quarto, McKennah lhe diz que o Kirk velho tem que saber que embora ele tenha perdido todos estes anos, não perdeu quem é, porque o Kirk velho e o Kirk jovem são a mesma pessoa. Os dois Kirks ficam sozinhos, e começam a lembrar seu passado com Avi Samara. Logo o Kirk velho diz que esteve sozinho e, embora é capitão, não tinha tripulação nem amigos, e seu único amigo era uma voz. O Kirk jovem pede para ele lembrar o que é “a escuridão”, mas o Kirk velho novamente sente dor…

Kirk leva seu duplo à enfermaria, e então na ponte informam que os motores da Defiant estão começando a gerar um campo de dobra de nível 12, e a fissura está começando a emitir matéria escura. Na enfermaria, o Kirk velho começa a lembrar o que aconteceu, e lembra que há duas realidades e dois buracos negros que não têm que se fundir. Isto é, o buraco negro é um portal para outro lugar, e Tiberius queria atravessar a fissura. Mas se as singularidades se fundirem, destruirão o setor inteiro. Então o Kirk velho tentou impedir isso, mas Tiberius tirou o oxigênio suficiente para incapacitar ele, transportou ele em um criotubo e pôs esse programa de dor na cabeça dele. Kirk começa a sofrer, e McCoy põe nele um sedativo. Scott vem dizer que o Kirk velho descobriu parte do código do algoritmo para desligar o computador, e podem desligar Tiberius. Mas têm de fazer isso desde a Defiant. O Kirk jovem diz que não podem enviar o Kirk velho à Defiant, e por enquanto terão que fazer algo com menos força desde a Enterprise. O Kirk velho pergunta ao Kirk jovem sobre Avi, e o Kirk jovem diz que nada mudou sobre sua relação. Mas o Kirk velho diz que com o tempo algumas coisas mudam. O Kirk jovem vai para a ponte, e o Kirk velho diz a McCoy que ele tem que parar Tiberius. McCoy pergunta a Spock se tem um plano para derrotar Tiberius, o chamando de “gêmeo malvado”. Spock diz que essa não é uma descrição apropriada para um computador, mas McCoy zanga-se e diz que um computador não conhece o perdão, porém o Kirk velho perdoou todos porque é humano. Spock entende e vai embora. Então a Defiant escapa do portal, e Kirk decide realizar seu plano. Contatam com Tiberius, e propõe para eles jogarem ao xadrez. Se Tiberius vencer, o Kirk velho voltará com ele. Mas se ele perder, terá que levar a Enterprise até a segurança e encontrarão um modo de fechar a fissura juntos. Tiberius está de acordo, mas Kirk diz para Nyota Uhura enviar um vírus para Tiberius, e no meio do jogo, quando Kirk quase está perdendo, faz um movimento que não faz sentido. Então Tiberius descobre que foi enganado, mas é tarde demais. Todo era um truque criado por Kirk. Todos se reúnem na sala de reuniões, com Samara e o Kirk velho. Na sala de reuniões, Spock diz que podem desligar a Inteligência Artificial e pilotar manualmente a Defiant de novo para o portal. Quando a Defiant entrar no portal, a fissura se fechará. Mas precisam de alguém que pilote manualmente a Defiant para o portal, isto é, precisam de alguém para se sacrificar. O Kirk velho propõe fazê-lo ele, mas o Kirk jovem diz que o Kirk velho ficará com o comando da Enterprise, e ele se sacrificará…

McCoy diz que é uma loucura, e o Kirk velho diz que já não quer a Enterprise porque já não é sua nave. Mas o Kirk jovem diz que sempre foi sua nave, e o Kirk velho tem sofrido toda sua vida por uma decisão do Kirk jovem, portanto ele tem que recompensar isso fazendo esta missão. O Kirk jovem não admite mais discussões, e Scott propõe acompanhar ele porque alguém tem que se encarregar dos motores enquanto outra pessoa guia a nave. Mas o Kirk jovem diz que não faz falta que vá Scott, isto o fará Avi Samara porque ela sabe construir motores desde os 12 anos. Quando a reunião termina e farão a missão, McCoy diz que têm que razoar com o Kirk jovem, mas Spock diz que ele não mudará sua opinião. Na sala do transportador, quando preparam sua missão, após outra tentativa sem sucesso para fazer com que o Kirk jovem pense o que fará, McCoy o dorme com um sedativo e o Kirk velho é quem vai com Avi Samara à Defiant. Avi Samara aceita, e são transportados na Defiant para fazer a missão. Mas Tiberius desperta, e tenta tirar o oxigênio da ponte para pôr o Kirk velho novamente em sonho criogênico. Então o Kirk velho, vendo que Tiberius não tem sentimentos, ativa um programa para o destruir, e o oxigênio volta à normalidade. Com Tiberius destruído, o Kirk jovem diz ao Kirk velho que isto foi difícil para ele, e o Kirk velho diz que Spock e McCoy dormiram o Kirk jovem porque estavam obedecendo as ordens do Kirk velho. Fazem a missão, e a Defiant, com a ajuda dos motores da Enterprise, conseguem deixar a Enterprise em um sítio seguro, livre. Quando entram de novo na fissura, Kirk diz a Scott que o transporte à Enterprise, mas há muitas interferências e não pode. O Kirk velho diz a Avi Samara que este é uma viagem só de ida, e não poderão voltar. Avi aceita ficar, mas o Kirk velho diz que só uma pessoa tem que ficar, abraça Avi e põe nela um objeto que lhe deu Tiberius para que a Enterprise possa transportar ela outra vez na Enterprise. Avi Samara diz que quer ficar com ele, mas o Kirk velho entra na fissura e a fecha. Avi Samara diz que o Kirk velho ficou completamente sozinho, mas o Kirk jovem diz que “nunca o estará” e termina o episódio.

Elenco Editar

Principais Editar

Convidados Editar

  • Steven Dengler como William Drake
  • Kipleigh Brown como Barbara Smith
  • Cat Roberts como Elizabeth Palmer
  • Rekha Sharma como Avi Samara

Baixadas Editar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória