Fandom

Memória Alfa

Star Trek VI: The Undiscovered Country

660 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Discussão0 Compartilhar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Artigo escrito no
PdV do mundo
real
Ma_icone_tirafilme.png
Star Trek VI: The Final Frontier
Filmes Star Trek
The Undiscovered Country poster.jpg
Data de lançamento: 6 de dezembro de 1991
Em português (BR): Jornada nas Estrelas VI: A Terra Desconhecida
Direção Nicholas Meyer
Produção Steven-Charles Jaffe
Ralph Winter
Roteiro Nicholas Meyer
Denny Martin Flinn
Estúdio Paramount Pictures
Edição Ronald Roose
Orçamento US$ 27000000
Período: 2293, data estelar 9521.6


Star Trek VI: The Final Frontier (no Brasil, Jornada nas Estrelas VI: A Terra Desconhecida; em Portugal, O Caminho das Estrelas VI: O Continente Desconhecido) é o sexto filme da franquia de ficção científica Star Trek e o último da série a incluir todo o elenco da série original de Star Trek.

Lançado em 1991 pela Paramount Pictures, foi dirigido por Nicholas Meyer e escrito por Meyer e Denny Martin Flinn. Depois de um desastre ecológico levar dois inimigos, a Federação Unida dos Planetas e o Império Klingon, a discutir uma precária trégua, a tripulação da USS Enterprise (NCC-1701-A) deve impedir o início de uma guerra na alvorada de uma paz galáctica.

The Undiscovered Country foi inicialmente planejado para ser uma prequela da série original, com atores jovens interpretando a tripulação da Enterprise enquanto eles estavam na Academia da Frota Estelar, porém a ideia foi descartada devido a reações negativas do elenco e dos fãs. A ideia foi usada mais tarde para criar o filme Star Trek XI: The Future Begins, de 2009. Confrontados pela produção de um novo filme para o aniversário de 25 anos de Star Trek, Flinn e Meyer, diretor de Star Trek II: The Wrath of Khan, escreveram um roteiro baseado na sugestão de Leonard Nimoy sobre o que aconteceria se "o muro caisse no espaço", tocando nos eventos contemporâneos da Guerra Fria.

As filmagens ocorreram de abril até setembro de 1991. O orçamento da produção foi menor que o antecipado, devido ao fracasso de crítica e bilheteria de Star Trek V: The Final Frontier. Devido a falta espaço nos estúdios da Paramount, muitas cenas foram filmadas por toda Hollywood. Meyer e o diretor de fotografia Hiro Narita visaram um clima mais sombrio e dramático, alterando cenários originalmente usados em Star Trek: The Next Generation. O produtor Steven-Charles Jaffe liderou a segunda unidade que filmou em um glacial do Alaska, servindo de locação para o gulag klingon. Cliff Eidelman compôs a trilha sonora do filme, que foi intencionalmente mais sombria que as trilhas dos filmes anteriores.

O filme foi lançado na América do Norte no dia 6 de dezembro de 1991. The Undiscovered Country recebeu críticas bem positivas, com várias publicações elogiando as atuações e as referências burlescas. O filme foi muito bem na bilheteria; teve o melhor primeiro fim de semana da franquia, antes de arrecadar US$ 96888996 mundialmente. Recebeu duas indicações ao Oscar, nas categorias de Melhor Maquiagem e Melhores Efeitos Sonoros e é o único filme de Star Trek a vencer o Saturn Award de Melhor Filme de Ficção Científica. O criador de Star Trek, Gene Roddenberry, morreu pouco antes da estreia do filme, dois dias depois de tê-lo assistido.

Enredo Editar

O filme abre com a explosão de uma das luas klingon, Praxis. A USS Excelsior, comandada pelo Capitão Hikaru Sulu, é atingida pela onda de choque, e sua tripulação descobre que grande parte da lua foi obliterada. A perda de sua principal estação geradora de energia e a iminente destruição da camada de ozônio de Kronos leva o Império Klingon a um turbilhão. Impossibilitados de manter uma postura hostil, os klingons pedem um acordo de paz com seus inimigos de longa data, a Federação Unida dos Planetas. Aceitando a proposta antes que os klingons adotem uma posição mais agressiva, a Frota Estelar envia a USS Enterprise (NCC-1701-A) para se encontrar com o Chanceler Klingon, Gorkon, e escoltá-lo para negociações na Terra. A decisão não é bem recebida pelo capitão da Enterprise, James T. Kirk, cujo filho, Marcus, foi morto pelos klingons anos antes.

A Enterprise se encontra com a nave de Gorkon, a Kronos One, e continua sua viagem em direção a Terra, com as duas tripulações dividindo um tenso jantar abordo da Enterprise. Mais tarde naquela noite, a Enterprise parece atirar na Kronos One com dois torpedos; o dano desabilita a gravidade artificial dentro da nave. Durante a confusão, duas figuras usando roupas da Frota Estelar e botas de gravidade são transportados para dentro da nave klingon, matando vários oficiais e ferindo o Chanceler Gorkon. Kirk se rende para evitar uma batalha e se transporta para dentro da Kronos One com o médico da Enterprise, Dr. Leonard McCoy, para tentar salvar a vida de Gorkon. O Chanceler morre e o Chefe do Estado Maior de Gorkon, General Chang, coloca Kirk e McCoy em julgamento por traição. A dupla é declarada culpada e são sentenciados a prisão perpétua no asteróide congelado de Rura Penthe. A filha de Gorkon, Azetbur, se torna a nova Chanceler e continua as negociações diplomáticas. Por motivos de segurança, o local da conferência é mantido em segredo. Enquanto muitos oficias desejam resgatar Kirk e McCoy, o Presidente da Federação se recusa a tomar o risco de iniciar uma guerra total. Azetbur também se recusa a invadir o espaço da Federação, dizendo que apenas Kirk e McCoy pagarão pela vida de seu pai.

Kirk e McCoy chegam nas minas de Rura Penthe e são instruídos pela metamorfa Martia, que oferece a eles uma rota de escape; que na realidade é um estratagema para fazer suas mortes parecerem um acidente. Uma vez que sua traição é revelada, Martia se transforma numa cópia de Kirk e começa a lutar contra ele, porém ela é morta pelos guardas da prisão para silenciar possíveis testemunhas. Pouco antes do chefe da prisão revelar quem os havia traído, Kirk e McCoy são transportados de volta para a Enterprise pelo Capitão Spock. Enquanto os dois estiveram presos, Spock assumiu o comando da nave e conduziu uma investigação sobre o ataque a nave de Gorkon e seu assassinato. Determinando que a Enterprise não disparou os torpedos, os dois assassinos provavelmente continuam abordo, e a tripulação começa a procurá-los. Os dois assassinos são encontrados mortos, mas Kirk e Spock enganam o cúmplice para que ele acredite que os dois ainda estão vivos. Quando o culpado chega a enfermaria para terminar seu trabalho, Kirk e Spock descobrem que a assassina é a protegida de Spock, Valeris. Para descobrir a identidade dos conspiradores, Spock realiza um elo mental forçado nela, descobrindo que um grupo de oficiais klingon, da Federação e romulanos estão planejando sabotar os acordos de paz, e Chang é um dos conspiradores. Os torpedos que atingiram a Kronos One vieram de um protótipo de Ave de Rapina que podia disparar suas armas ainda camuflada, pairando debaixo da Enterprise no momento do assassinato.

A tripulação contacta Sulu, que informa que as negociações estão ocorrendo em Campo Khitomer; ambas as naves se dirigem ao local em dobra máxima. Enquanto a Enterprise se aproxima do planeta, a Ave de Rapina camuflada de Chang os intercepta. Com a Enterprise não conseguindo determinar a posição da nave, Chang inflige danos severos à Enterprise, e depois à Excelsior. Spock e McCoy conseguem modificar um torpedo para que ele fosse guiado pelas emissões de calor dos motores da nave de Chang. O impacto do torpedo revela a localização de Chang, e a Enterprise e a Excelsior destroem a Ave de Rapina. Tripulações de ambas as naves são transportadas até a conferência para impedir o assassinato do presidente da Federação, sendo bem sucedidos. Azetbur diz que Kirk restaurou a fé de seu pai; Kirk responde que ela restaurou a fé de seu filho. Tendo salvado as negociações de paz, a Enterprise é ordenada pelo Comando da Frota a retornar para a Terra para ser aposentada, porém a tripulação decide demorar um pouco em sua jornada de volta. Enquanto a Enterprise vai se aproximando da estrela do sistema, Kirk proclama que embora essa seja a missão final da Enterprise em seu comando, novas gerações irão continuar as viagens, “Audaciosamente indo onde nenhum homem, onde ninguém, jamais esteve”.

Personagens Editar

Personagem Ator/atriz Espécie Patente
James T. Kirk William Shatner Humano Capitão
Spock Leonard Nimoy ½ vulcano ½ humano Capitão
Dr. Leonard McCoy DeForest Kelley Humano Comandante
Montgomery Scott 'Scotty' James Doohan Humano Comandante
Hikaru Sulu George Takei Humano Tenente comandante
Nyota Uhura Nichelle Nichols Humana Tenente
Pavel Chekov Walter Koenig Humano Tenente

Ligações externas Editar

Cronologia Editar

Filme anterior Filme atual Filme seguinte
Star Trek V: The Final Frontier Star Trek VI: The Undiscovered Country Star Trek VII: Generations

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória